Assespro Nacional reforça apoio à criação da Autoridade Nacional de Proteção de Dados
31 de outubro de 2018
Eleição da nova diretoria da Assespro-MG será em dezembro
1 de novembro de 2018
WITSA propõe a redução da desigualdade no emprego de pessoas com deficiência

Assespro Nacional é integrante ativa na WITSA

A Aliança Mundial de Tecnologia da Informação e Serviços publicou uma declaração de política intitulada “Liderança em TIC no Emprego Inclusivo de Pessoas com Deficiência: Um Imperativo Econômico e Social”.

O documento foi desenvolvido em cooperação com a SourceAmerica® – uma organização sem fins lucrativos com sede em Viena, Virgínia, que é uma das principais fontes de oportunidades de trabalho nos EUA para pessoas com deficiências significativas. Em consonância com a missão da WITSA de ser o líder no cumprimento da promessa da era digital para todos, este documento e as recomendações de políticas que o acompanham abordam os imperativos sociais e econômicos do emprego de pessoas com deficiência e estabelecem um roteiro para a indústria de TIC crescer como líder no apoio ao emprego de pessoas com deficiência.

Dos 7,8 bilhões de pessoas no mundo, quase 1 em cada 6 são pessoas com deficiência, um grupo desproporcionalmente sub-representado na economia. Em todo o mundo, as pessoas com deficiência enfrentam barreiras à participação econômica e social, incluindo o emprego. Avanços em tecnologias acessíveis e assistenciais são críticos e devem se expandir para cobrir a ampla diversidade de deficiências. Economicamente, estima-se que os países abdiquem até 7% do Produto Interno Bruto (PIB) devido à exclusão de pessoas com deficiência. Empregar pessoas com deficiência representa um retorno significativo do investimento para a indústria.

“As empresas que contratam ativamente pessoas com deficiência se posicionam para engajar um grupo diversificado de talentos e alcançar um mercado maior, desenvolvendo produtos e serviços para um segmento cada vez maior da população”, afirmou o Secretário Geral da WITSA, Dr. Jim Poisant. “A indústria de TIC tem a oportunidade de assumir um papel de liderança no aumento do emprego de pessoas com deficiência na indústria de TIC, dando um exemplo que poderia catalisar outros setores para incluir pessoas com deficiência, incentivando benefícios econômicos e sociais em larga escala em todo o mundo”.

“No SourceAmerica, vemos isso como um primeiro passo importante e promissor para a criação da Economia da Inclusão – aquela em que as pessoas de todos os níveis têm escolha de carreiras e são celebradas por suas contribuições únicas e valiosas para a força de trabalho”, disse Steven Krotonsky, Chief Diretor de Operações da SourceAmerica. “Com essas recomendações de políticas em mãos, agora é a hora de avançar juntos para trazer mudanças reais. Essa mudança não é apenas criar novos empregos; trata-se de criar carreiras significativas e duradouras para pessoas com deficiências e esperamos continuar nosso trabalho com a WITSA em relação a essa importante meta.”

“Tendo estado na intersecção entre tecnologia e direitos humanos ao longo da minha carreira, testemunhei o poder transformador da inovação”, observou H.E. Embaixador Luis Gallegos Chiriboga. “Mas produtos e serviços acessíveis não são suficientes. Eles devem servir como uma ponte para a inclusão na força de trabalho. Só então poderemos enfrentar as antigas desigualdades econômicas e sociais experimentadas pelas pessoas com deficiência”.

Os avanços tecnológicos são insuficientes por si mesmos para superar a marginalização socioeconômica experimentada por pessoas com deficiências em todo o mundo. De fato, as inovações tecnológicas sozinhas têm o potencial de ampliar a divisão digital, econômica e social entre pessoas com e sem deficiência. À medida que as discussões ocorrem sobre como aumentar o acesso às TIC em todo o mundo, a WITSA apoia, portanto, um enfoque estratégico em resultados práticos que diminuam a lacuna no emprego para pessoas com deficiência. As intervenções políticas delineadas no documento pretendem alcançar os resultados desejados, apoiando um maior acesso a oportunidades de emprego, tecnologia, educação e desenvolvimento da força de trabalho.

A declaração pode ser encontrada no site da WITSA no seguinte link:

https://witsa.org/papers/WITSA_Statement_on_Inclusion_PWD_in_ICT_final.pdf

Sobre a WITSA:

A Aliança Mundial de Tecnologia e Serviços da Informação (WITSA) é a voz internacional líder reconhecida da indústria global de TIC, cujos membros de mais de 80 países e economias representam mais de 90% do mercado mundial de TIC. A WITSA dedica-se a defender políticas que promovam o crescimento e o desenvolvimento da indústria; facilitar o comércio internacional e o investimento em produtos e serviços de TIC; fortalecimento das associações industriais nacionais da WITSA; e fornecer aos membros uma ampla rede de contatos profissionais.

Os membros da WITSA são líderes em um mercado globalmente interconectado. Como os desafios enfrentados pela indústria de TIC são indiscutivelmente globais por natureza, os membros da WITSA trabalham juntos para alcançar uma visão compartilhada sobre questões importantes de interesse comum. A WITSA possibilita que seus membros – da Mongólia e da Argentina ao Quênia e aos Estados Unidos – identifiquem problemas e prioridades comuns, troquem informações valiosas e apresentem uma posição unida sobre questões do setor.

Para mais informações sobre a WITSA, visite www.witsa.org.

 

ASSOCIE-SE
WhatsApp chat