Democratizar o acesso aos dados é medida urgente
18 de agosto de 2021
Venha fazer parte da comunidade RH Ágil!
18 de agosto de 2021
Comunidades de BH ganham computadores e sinal de internet

O projeto, que será realizado pela Prodabel no segundo semestre de 2021, prevê beneficiar milhares de pessoas que hoje não têm acesso ao mundo digital

Vilas e comunidades carentes de Belo Horizonte serão beneficiadas a partir do segundo semestre de 2021, com a inclusão digital. Serão doados computadores, tablets, celulares e até instalação de internet nestes locais. Este projeto será realizado pela Empresa de Informática e Informação do Município de Belo Horizonte (Prodabel), em parceria com o Ministério da Ciência e Tecnologia.

Na primeira fase de testes, foram doados para a Vila do Índio, na Região de Venda Nova, computadores e acesso a internet, sendo que o sinal será levado por uma extensão da rede que já existe na EMEI Itamaraty, que fica a poucos metros do local.

De acordo com o cronograma, este acesso será disponibilizado até ao final deste ano. Moradora da Vila do Índio, Mônica Jesus de Paula, de 37 anos, apresentou um espaço que poderia funcionar como um “telecentro” para as pessoas da comunidade poderem acessar o mundo digital gratuitamente.

Mônica comemora a doação: “Eu estou nas nuvens, muito feliz, já era um sonho fazer alguma coisa pelos moradores da comunidade, faltava só um empurrãozinho. A expectativa entre os meninos e as famílias em geral é a melhor possível”, afirma. O telecentro contará com voluntários para poder ajudar e monitorar o acesso dos usuários.

A ação também contempla doações à famílias, como foi o caso do estudante Gabriel Igor Lemos da Silva, de 17 anos. “A mãe dele faz parte da Sociedade São Vicente de Paula, que é parceira da Prodabel. Esta família recebeu um computador completo onde ele e seus irmãos irão utilizar para estudos”, explica o presidente da Prodabel, Leandro Garcia.

Ele acredita que a doação de máquinas e internet para escolas, bibliotecas, igrejas, associações, ONGs e telecentros terá papel muito importante, principalmente neste período de pandemia da COVID-19, em que a migração para o mundo virtual é necessária. “A expectativa é de que até ao final do ano as pessoas em situação de vulnerabilidade em BH tenham computadores e acesso a internet dentro de suas residências, pois em um mundo onde o digital tomou conta, não tem como deixar ninguém de fora”, acrescenta Leandro.

Leandro explica como os computadores são disponibilizados para o projeto. “O Centro de Recondicionamento de Computadores (CRC), na Unidade Ipiranga, faz a restauração de máquinas usadas ou com defeito e transforma peças que são lixo eletrônico em computadores novos, para serem doados. Além disso, a Prodabel oferece também cursos de capacitação profissional, como programadores, e também cursos simples de como mexer na internet ou apenas ligar um computador”, finaliza.

 

Fonte: Jornal Estados de Minas – Gabriela Leão Silva: estagiária sob supervisão do subeditor Frederico Teixeira

ASSOCIE-SE
Ajuda? Chat via WhatsApp